Image Alt

Papa Bem

  >  Gravidez   >  Bebidas alcoólicas e cafeína durante a gravidez

Bebidas alcoólicas e cafeína durante a gravidez

A gravidez é um período de decisões importantes. Uma gravidez saudável e um bom começo de vida para o seu bebé vão depender bastante das escolhas que faz. Para tomar decisões conscientes, é muito importante ouvir os conselhos médicos e estar bem informada acerca do que contribui e o que prejudica a sua saúde e a saúde do seu bebé. 

O que pode acontecer ao bebé se eu consumir bebidas alcoólicas durante a gravidez?

Durante a gravidez, o álcool consumido pela mãe chega até ao bebé através da placenta. O organismo imaturo do bebé não é capaz de processar e eliminar o álcool com a mesma velocidade que o organismo da mãe. 

O consumo excessivo de álcool pode prejudicar o seu bebé em todas as etapas da gravidez. Pode afetar o seu desenvolvimento e causar:

  • Aborto (principalmente durante o primeiro trimestre de gravidez)
  • Baixo peso ao nascimento, o que aumenta o risco de doenças e morte para o bebé
  • Defeitos no coração
  • Problemas de aprendizagem e de comportamento
  • Deformações na face
  • Problemas no desenvolvimento físico e emocional
  • Dificuldades de memória e de concentração

Doenças mentais, como dependência do álcool e de droga

Eu posso beber um copo de vinho ou cerveja ao jantar?

As mais recentes recomendações são claras: as mulheres devem evitar o consumo de bebidas alcoólicas durante a gravidez, especialmente durante o primeiro trimestre de gravidez. As mulheres que estão a tentar engravidar também são aconselhadas a evitar bebidas alcoólicas, uma vez que podem demorar algumas semanas ou até meses para descobrir a gravidez. 

Nenhuma quantidade de álcool consumida durante a gravidez é considerada totalmente segura para o bebé. Por isso, as mulheres que optarem por consumir bebidas alcoólicas devem fazê-lo após o primeiro trimestre e com moderação.

Para as mulheres grávidas, beber com moderação significa consumir uma ou duas vezes por semana: 1 copo de vinho (125 ml) ou 1 cerveja (330 ml).

Eu posso beber café durante a gravidez?

Durante a gravidez não é necessário cortar radicalmente com o café. Mas deve limitar o seu consumo e ter ainda em conta outros alimentos e bebidas que contenham cafeína, como alguns refrigerantes e o chocolate. A cafeína consumida pela mãe passa para o bebé através da placenta. O organismo imaturo do bebé tem mais dificuldade em processar e eliminar a cafeína. Alguns estudos encontraram relação entre o consumo de grandes quantidades de cafeína e o aborto ou o baixo peso do bebé ao nascimento. No entanto, o consumo moderado de café e outros alimentos ou bebidas que contenham cafeína parece não ter consequências negativas para a mulher ou o bebé durante a gravidez.

É importante saber que algumas pessoas são mais sensíveis à cafeína e têm maior dificuldade de eliminá-la do organismo. Além disso, a gravidez também diminui a velocidade de eliminação da cafeína no organismo. Por isso, pessoas mais sensíveis à cafeína e mulheres grávidas poderão estar mais suscetíveis a alguns efeitos indesejáveis da cafeína, como insónias. Assim, recomenda-se que as mulheres grávidas consumam no máximo 200mg de cafeína por dia.

Quais as quantidades de cafeína presentes nos alimentos e bebidas?

As quantidades de cafeína presentes no café e em outros alimentos e bebidas variam muito de produto para produto. Mas podemos indicar valores aproximados para que possa fazer os cálculos do seu consumo de cafeína de uma forma prática. Verifique no quadro a seguir!

 

Valores aproximados de cafeína presente em alguns alimentos e bebidas

Alimento ou bebida

Quantidade aproximada de cafeína

1 chávena de café expresso

100 mg

1 chávena de 150 ml de café coado

100 mg

1 chávena de 150 ml de chá preto ou verde

50 mg

1 lata de 330 ml de refrigerante à base de cola ou ice tea

50 mg

1 lata de 250 ml de bebida energética

80 mg

1 barra de 50 g de chocolate preto

50 mg

1 barra de 50 g de chocolate ao leite

25 mg

1 chávena de café descafeinado

2 a 20 mg

Portanto, se está grávida, pode beber um ou dois cafés ou uma a quatro chávenas de chá por dia. Faça as contas de acordo com os alimentos e bebidas que costuma consumir.

Dica

Respeite os sinais do seu corpo. Se sentir que não reage bem à cafeína, ou tem tido insónias e se sente cansada, procure reduzir ou mesmo evitar o café e os alimentos que contêm cafeína.