Higiene: cuidados indispensáveis na alimentação do bebé

Uma alimentação só é saudável se for segura, ou seja, se não oferecer perigo a quem consome. Alguns alimentos contaminados podem não chegar a fazer mal à maior parte das pessoas, mas podem ser perigosos para os mais pequeninos. Saber prevenir as toxi-infeções alimentares é muito importante. Por isso, os cuidados com a higiene da alimentação do bebé devem ser rigorosos. Verifique a seguir!

Bibliografia da secção: 

O que são microrganismos e como causam as toxi-infeções alimentares?

Os microrganismos são seres vivos muito pequenos, que não conseguem ser vistos sem a utilização de um microscópio. Podem chegar aos alimentos por diversas vias uma vez que estão presentes em todo lado: na terra, na água, no ar, nas mãos, na pele, no nariz, na boca, nas superfícies, nos objetos. Necessitam de condições favoráveis para sobreviverem nos alimentos, se multiplicarem e, em alguns casos, produzirem toxinas. Quando isso acontece, diz-se que o alimento está contaminado.

Por exemplo, algumas bactérias multiplicam-se rapidamente e produzem toxinas nos alimentos preparados que ficam à temperatura ambiente. Já o calor mata a maioria dos microrganismos e o frio faz com que demorem mais a se multiplicarem e a produzirem toxinas.

Um alimento contaminado é muitas vezes difícil de ser identificado apenas pela sua cor, aspeto, cheiro ou sabor. Quando consumido, pode causar doenças, as chamadas toxi-infeções alimentares.

O que pode acontecer ao meu bebé se tiver uma toxi-infeção alimentar?

Os sintomas e as consequências das toxi-infeções alimentares variam. Algumas podem acontecer sem manifestar qualquer sintoma. Outras acontecem com manifestações mais ou menos graves como náuseas, vómitos, diarreias, dor abdominal, febre, calafrios, dor de cabeça e dores no corpo. Mais raramente, algumas toxi-infeções alimentares graves podem evoluir e levar até à morte.

Acontece que as crianças mais pequeninas são mais sensíveis a desenvolverem complicações por causa das toxi-infeções alimentares. Assim, o que não faria mal ou passaria depressa para uma criança mais velha ou para um adulto, pode ser perigoso para uma criança mais pequenina.

Como prevenir as toxi-infeções alimentares nos bebés?

Para prevenir as toxi-infeções alimentares nos bebés, os cuidados na preparação e na conservação dos alimentos são essenciais. Para isso:

  • Tenha sempre limpos: as bancadas de cozinha, os equipamentos de cozinha, o frigorífico, as esponjas, os panos de cozinha, e os utensílios como colheres, panelas, espátulas, facas, caixas plásticas, bandejas, etc. Se não estiverem limpos podem contaminar os alimentos;
  • Lave bem as mãos, bancadas e utensílios com água quente e sabão antes e depois de preparar um alimento. Nunca utilize os mesmos utensílios e superfícies para preparar alimentos crus e depois alimentos já prontos para o consumo;
  • Nunca deixe que os alimentos prontos para serem consumidos entrem em contacto com outros alimentos crus, aparas, cascas ou embalagens;
  • Lave em água corrente os hortícolas que serão cozinhados;
  • Certifique-se de que os alimentos estão bem cozinhados;
  • Prepare as refeições, de preferência, em pequenas doses e pouco antes de servi-las Depois de cozinhados, os alimentos não podem ficar à temperatura ambiente por mais duas horas (uma hora quando o tempo está quente); 
  • Caso prepare uma quantidade maior de alimento, retire a porção que vai oferecer ao bebé, passe o restante para caixas plásticas bem limpas, com quantidade para uma refeição, e refrigere ou congele;
  • As refeições refrigeradas devem ser consumidas no prazo máximo de 2 dias e devem ser bem reaquecidas em banho-maria;
  • As refeições congeladas podem ser descongeladas de véspera, no frigorífico, ou no momento da refeição, em banho-maria. Devem ser bem reaquecidas;
  • Não guarde as sobras do que foi servido ao bebé;
  • Reserve algumas caixas plásticas e utensílios somente para uso do bebé. Após as refeições, não os deixe sujos no lava-louça. Se não for possível lavá-los no momento, passe-os por água quente para retirar os restos de comida. Mantenha-os sempre muito limpos.