Como introduzir os novos alimentos e refeições na alimentação do bebé a partir dos 6 meses?

Se optou por iniciar a diversificação alimentar do seu bebé antes dos 6 meses, continue a introduzir os novos alimentos de acordo com as recomendações que se seguem no tema “Que outros alimentos introduzir entre os 6 meses e os 9 meses?”

Se optou por iniciar a diversificação alimentar aos 6 meses, pode começar pela papa de cereais com glúten ou o puré de legumes. Cada vez mais tem sido recomendado que a diversificação alimentar se inicie com o puré de legumes, para que o bebé se habitue a paladares que não sejam doces.

Cada alimento novo deve ser oferecido por 4 ou 5 dias, juntamente com alimentos já conhecidos pelo bebé. Espera-se com issoque o bebé se habitue ao novo paladar e que seja mais fácil identificar o alimento responsável no caso de alergia ou intolerância.

É também importante optar pelo período do dia para oferecer os novos alimentos. Assim, se o seu bebé não tolerar bem determinado alimento terá o resto do dia para recuperar e será mais fácil para si perceber os sinais.

Portanto, introduza uma a uma as seguintes preparações tendo o cuidado de oferecer apenas um alimento novo de cada vez:

  • Papa de cereais com glúten

Atualmente recomenda-se que o glúten, uma proteína presente no trigo, cevada, aveia e centeio, seja evitado até aos 6 meses e seja introduzido antes dos 7 meses, de preferência enquanto o bebé ainda se alimenta com o leite materno.

 Puré de frutas cruas ou cozidas

Normalmente, inicia-se com a banana, a maçã e a pera, para depois introduzir as demais frutas.

  • Puré de legumes simples (Somente com um pouco de água e um fio de azeite no fim).

Normalmente, inicia-se com a batata, a cenoura e a abóbora. Após os dias necessários para adaptação, podem ser acrescentados, um a um, outros vegetais ao puré.

Procure fazer a adaptação do puré de legumes de forma a chegar a uma combinação de cerca de 4 ou 5 vegetais de diferentes cores. Por exemplo: batata, abóbora, brócolos e alho francês ou cenoura, curgete, cebola e salsa.

É aconselhável que se deixe para depois dos 12 meses o espinafre, o nabo, a nabiça, o aipo, o tomate, a beterraba e a couve roxa.

Vídeo: 

Folhetos: