Familiares, amigos, escola e outras influências nos hábitos alimentares da criança

À medida que a criança cresce, os seus hábitos serão cada vez mais influenciados pelos ambientes que frequenta e pelas pessoas com quem convive.

Depois de todo o esforço e criatividade para preparar lanches saudáveis e variados para a sua criança levar para a escola, mais cedo ou mais tarde, vai ouvi-la a reclamar porque os amigos levam rebuçados, gomas, batatas fritas ou bolachas deliciosas. É importante saber lidar com estas e outras situações.

Lembre-se que é durante a infância que os pais exercem as mais fortes e duradouras influências nos comportamentos dos filhos. Por isso, continue a garantir uma rotina de refeições saudáveis, a cuidar para que as refeições sejam momentos agradáveis de convívio e aprendizagem e a ser um bom exemplo. Não desista do seu papel!

Não existem regras mágicas sobre como lidar com cada situação. Tenha bom senso, analise caso a caso e evite atitudes radicais como, por exemplo, proibir a criança de comer guloseimas em dias de festa, quando todos os amiguinhos estão a comer. Isso só vai aguçar ainda mais a sua curiosidade e é provável que devore a maior quantidade possível mal vire as costas.

Seguem-se algumas pistas sobre como lidar com algumas das situações que interferem com os hábitos alimentares das crianças até aos 5 anos de idade. Terá de definir a sua própria forma de lidar com cada uma das situações que certamente vão aparecer.

Bibliografia da secção: