Porquê é tão importante ter uma alimentação variada?

Apesar de terem semelhanças em termos de nutrientes que contêm, cada alimento é um alimento.

Por exemplo, os pimentos, a cenoura e os brócolos fazem parte do mesmo grupo, o grupo dos Hortícolas. Os Hortícolas são alimentos ricos em vitaminas e minerais. Os pimentos, a cenoura e os brócolos têm quantidades semelhantes de vitaminas como as vitaminas B1, B2 e B3 e de minerais como o fósforo, o magnésio, o ferro e o zinco. No entanto, os pimentos são mais ricos em vitamina C, as cenouras são mais ricas em vitamina A e os brócolos são mais ricos em cálcio.    

Estas semelhanças e diferenças acontecem entre os alimentos de todos os grupos. Se comemos sempre os mesmos alimentos podemos ficar com deficiência de determinados nutrientes e até excesso de outros. É verdade. Alguns nutrientes podem ser prejudiciais para a sua saúde e a saúde do bebé se consumidos em excesso! 

Para conseguir todos os nutrientes necessários, nas quantidades necessárias para o nosso organismo temos que variar, ou seja, consumir um pouco de tudo. Quanto mais colorida, mais variada e saudável é a alimentação.

Com uma alimentação variada e saudável a mulher geralmente não necessita de comprimidos de vitaminas e minerais durante a gravidez. Com exceção dos comprimidos de ácido fólico, que devem ser tomados mesmo antes de engravidar e durante a gravidez. O seu médico certamente irá orientá-la neste sentido.      

Compreendeu porque é que é tão importante variar a alimentação? E garantir o consumo adequado de nutrientes não é o único motivo. Variar a alimentação também é importante para evitar consumir substâncias nocivas em quantidades capazes de prejudicar a saúde. 

Muitos alimentos contêm substâncias que fazem mal à saúde se forem consumidas em determinadas quantidades. São exemplos destas substâncias: pesticidas, antibióticos, mercúrio, hormonas, gorduras más, entre outras. Estas substâncias estão presentes em quantidades diferentes nos alimentos. Se durante a gravidez comer sempre os mesmos alimentos, poderá consumir estas substâncias em quantidades capazes de fazer mal à sua saúde e à saúde do seu bebé.

Por exemplo, o peixe-espada-preto é um peixe que pode conter muito mercúrio. O mercúrio é tóxico para a sua saúde e principalmente para a saúde do seu bebé que está em formação. Se, ao comer peixe, optar sempre pelo peixe-espada-preto poderá colocar a sua saúde e a saúde do seu bebé em risco.

Mas não entre em pânico! Quase todos os alimentos terão coisas boas e coisas más. Variar é a chave para tirar o melhor proveito dos alimentos! 

Vídeo: