Quais são as principais medidas a adotar relativamente à alimentação?

O tratamento da obesidade infantil vai dirigir-se a diversas áreas. Relativamente à alimentação, o que se pretende é educar e dar condições para escolhas alimentares mais saudáveis.

As medidas a adotar serão estabelecidas com a equipa de saúde que acompanha a criança.   Mas, algumas medidas simples costumam fazer parte do tratamento da obesidade infantil e podem fazer toda a diferença:

  • Ter sempre em casa alimentos saudáveis, nomeadamente frutas e vegetais, e incentivar o seu consumo;
  • Estabelecer uma rotina de refeições como, por exemplo, 3 refeições e 2 ou 3 lanches;
  • Seguir a regra dos 3S para as refeições: Sentado, Sossegado e Sociável;
  • Procurar reconhecer e respeitar os sinais de que a criança tem fome ou já está satisfeita, e incentivar que ela também o faça;
  • Privilegiar as refeições em família, que devem ser um momento agradável de convívio e aprendizagem. Sem televisão!;
  • Oferecer refeições saudáveis, com alimentos variados dos diversos grupos de alimentos e segundo as porções que serão estabelecidas em conjunto com os profissionais de saúde;
  • Não ter disponíveis em casa bolos, doces, chocolates, fritos de pacote (snacks) e outros produtos alimentares ricos em açúcares e gordura e de baixo valor nutritivo;
  • Reduzir o consumo de bebidas açucaradas, como refrigerantes, sumos e leites aromatizados;
  • Incentivar o consumo de água;
  • Evitar que a criança coma entre as refeições e oferecer frutas ou vegetais se a criança manifestar fome entre as refeições;
  • Não obrigar a criança a comer alimentos saudáveis que ela se negue a comer. Mantê-los na alimentação da família e dar o exemplo é a melhor forma de incentivar a criança a apreciá-los; 
  • Evitar alimentar a criança durante a noite. Muitas vezes é possível utilizar outros meios para confortar a criança e quebrar o hábito de comer durante a noite.

Vídeo: 

Folhetos: