Quando iniciar a diversificação alimentar do meu bebé?

A diversificação alimentar do bebé deve ser iniciada o mais próximo possível dos 6 meses. É nesta altura que o leite materno ou o leite de substituição (fórmula) já não chegam para satisfazer as necessidades nutricionais do bebé e é necessário complementar a sua alimentação com outros alimentos.

A partir dos 4 meses de vida o organismo do bebé já começa a ser capaz de fazer a digestão de outros alimentos que não o leite e de eliminar o excesso de alguns nutrientes que uma alimentação mais diversificada pode conter. Mas é entre os 5 e os 6 meses que o bebé está mais preparado para a iniciar a diversificação alimentar, principalmente no que diz respeito ao desenvolvimento motor.

Se o bebé estiver preparado para a diversificação alimentar, é mais provável que tudo corra bem desde o início. Se não estiver preparado pode, entre outros problemas, rejeitar a alimentação à colher fazendo das refeições momentos de frustração e stresse para ambos.

Assim, sempre que possível, o melhor é seguir a regra dos 6 meses e esperar até esta altura para iniciar a diversificação alimentar do bebé.

Como cada caso é um caso, converse com o médico do seu bebé para tirar as suas dúvidas e decidir acerca das soluções mais adequadas para a vossa situação. Tenha somente em conta que a diversificação alimentar não deve ser iniciada antes das 17 semanas, nem adiada para além das 26 semanas de vida do bebé.

Dica…

Observar os sinais do seu bebé pode ser uma boa estratégia para definir o momento mais adequado para iniciar a diversificação alimentar.

O seu bebé estará pronto para a diversificação alimentar quando:

  • conseguir ficar sentado com apoio, com um bom controlo da cabeça;
  • demonstrar interesse pela comida, tentando alcançar, salivando ou abrindo a boca quando vê algum alimento;
  • ainda demonstrar fome constantemente, mesmo depois de tentar amamentar com mais frequência ou aumentar as quantidades de leite oferecidas no biberão;

conseguir retirar os alimentos de uma colher e engoli-los, mesmo que nas primeiras refeições estes alimentos tenham que ter uma consistência mais líquida.

Vídeo: